sexta-feira, 17 de junho de 2016

Comerciante é preso quando tenta pagar queijos com cheque clonado na Paraíba

Um comerciante do ramo de eletrodomésticos, de 25 anos, foi preso pela equipe da Delegacia Especializada de Defraudações e Falsificações de Campina Grande, suspeito de usar cheques clonados para realizar uma compra na cidade. O suspeito foi preso em flagrante, na quinta-feira (16). 

De acordo com a delegada Suellen Guimarães, chefe da Delegacia de Defraudações de Campina Grande, o comerciante tinha comprado queijos a um vendedor e teria pago com um cheque clonado.

A vítima comunicou o caso à Polícia Civil depois que o jovem tentou efetuar outra compra do alimento. “Orientamos ele a vender e caso fosse pago com o cheque da mesma procedência, o suspeito seria preso em flagrante. Caso contrário, um inquérito iria ser aberto”, disse a delegada.


Guimarães informou que um encontro foi marcado no estacionamento de um supermercado no bairro do Catolé entre a vítima e o suposto comprador. “Quando o comerciante foi entregar o queijo, o rapaz disse que pagaria em cheque. Daí ficou comprovado que o documento era da mesma procedência do anterior. Ele recebeu voz de prisão”, revelou.

O comerciante vai responder por estelionato e falsificação de documento público. O suspeito foi levado para a carceragem da Central de Polícia Civil de Campina Grande e será levado para a audiência de Custódia ainda nesta sexta (17). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário