quinta-feira, 16 de junho de 2016

Começa o julgamento do jovem que matou ex com 18 facadas em RO

Iniciou por volta das 9h desta quinta-feira (16), no Fórum de Ariquemes (RO), no Vale do Jamari, o julgamento por júri popular do jovem de 20 anos, que matou a ex-namorada com 18 facadas e confessou o crime através das redes sociais, em outubro de 2015. Ao todo serão ouvidas nove testemunhas. O júri é formado por sete mulheres. O término dos debates ainda tem previsão.

Segundo o judiciário, Andrei Willian Claudino é o principal acusado de ter assassinado a ex-namorada dentro do banheiro de um bar, na região central do município. A Defensoria Pública do Estado de Rondônia (DPE-RO) será a responsável pela defesa no julgamento.

O julgamento é presidido pelo juiz Alex Balmant, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Ariquemes. Andrei responderá no julgamento pelo crime de feminicídio, quando o crime contra a mulher ocorre por contexto de violência doméstica ou familiar, conforme o Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO). O rapaz não se conformava com o término do relacionamento com a vítima e por ela negar em reatar a convivência do casal.

Crime

Sindy Lorrhainy Ocanha Pereira, de 16 anos, estava com mais duas amigas em uma mesa de bar, na região central do município, em outubro de 2015, quando o suspeito chegou ao local. A vítima se recusou a falar com o ex-namorado e foi ao banheiro. Andrei foi ao encontro da adolescente. Dentro do banheiro, ele em posse de uma faca deferiu um profundo corte no pescoço, braço e mãos da vítima.

Após o crime, Andrei voltou para casa, onde morava com os pais e depois fugiu. Na época, ele postou o crime na web e disse a morte foi um "sacrifício". Três dias depois do crime, o rapaz foi preso na residência de familiares, após a própria família negociar a entrega dele à Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário