quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Viúva e seu amante são presos acusados de matar pastor evangélico

Policiais Civis do Sevic da 1ª DP, em Ji-Paraná, sob o comando do Delegado Titular Dr. Luís Carlos Hora, prenderam no começo da tarde da quarta-feira (13), na cidade de Rolim de Moura, a viúva do pastor que foi assassinado no ano passado, Márcia de Almeida Lopes, de 38 anos, e seu amante Erasmo Santana Almeida, de 53 anos. O casal está sendo apontado pela Polícia como sendo autores do homicídio.
O Pastor Expedito Evangelista Oliveira foi covardemente assassinado no dia 11 de Outubro de 2015, enquanto estudava a Bíblia, deitado no sofá de sua residência que ficava ao lado da Igreja onde ministrava os cultos.
Segundo o delegado, durante as investigações foi produzido provas materiais suficientes para incriminar o casal.
Ao chegar na 1ª Delegacia de Polícia, Erasmo confessou que vinha tendo um caso amoroso com Márcia, que é sua prima legítima, há cerca de seis meses, porém não confessou o crime e disse que só falaria na presença de um advogado. Já Márcia, confessou que não presenciou a morte do marido, mas abriu o portão da casa para que seu amante pudesse entrar e cometer o crime.

Agora, com a prisão dos suspeitos, a Polícia trabalhará para finalizar o Inquérito e esclarecer alguns pontos que ainda duvidosos, como por exemplo, o verdadeiro motivo da morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário