quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Suspeito é casado e agia sempre no mesmo lugar

Ainda de acordo com a investigação feita pela Polícia Civil, o suspeito de 34 anos era casado e morava no bairro Santa Rosa. Segundo depoimento das vítimas, no momento dos abusos, o autor praticava o crime usando a aliança de casamento, detalhe que ajudou a polícia no processo de identificação.

Conforme a investigação, o homem raptava as vítimas em um veículo de cor prata e as levava para um local ermo no Sítio Lucas, na zona rural de Campina Grande. Em um dos casos, o suspeito teria se passado por um motorista de transporte alternativo para enganar e estuprar a vítima, segundo informou a Polícia Civil.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário