sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Sintero convocará assembleias para discutir projetos de alteração de Lei

O Sintero vai convocar os trabalhadores em educação de todo o Estado para assembleias antes do início do ano letivo com a finalidade de discutir os projetos de alteração da Lei Complementar número 680, a Lei do Plano de Carreira da Educação.
Antes disso nenhum projeto relativo ao tema será votado na Assembleia Legislativa pelo fato de que o recesso parlamentar só termina no dia 15 de fevereiro.
A direção do Sintero esclarece que as assembleias não poderiam ser convocadas durante o recesso escolar, e que não há prejuízo em discutir o tema no início de fevereiro, já que, de acordo com o projeto original da Seduc, os efeitos das mudanças só teriam início a partir de março.
Os dirigentes sindicais reiteram que não se manifestaram contra nem a favor das alterações, mas consideram necessária uma ampla discussão do tema pela categoria antes da aprovação pelos deputados estaduais.
Para a direção do Sintero, a categoria precisa saber em detalhes o conteúdo do projeto, quais são os itens que trazem benefícios e se há algum item que traz prejuízos.
“Não assinamos aquela minuta no final do ano porque ela foi apresentada no último dia do prazo, sem tempo hábil para discutir com a categoria. Não que sejamos contra ou a favor”, disse Manoel Rodrigues da Silva, presidente do Sintero.
Nas assembleias realizadas em dezembro em todas as Regionais os trabalhadores em educação, por maioria, decidiram que o projeto não deveria ser votado na ALE antes de uma discussão, e aprovaram, também, que o tema seria discutido no início de fevereiro.

“Vamos convocar assembleias em todas as Regionais, discutir com a categoria item por item, e colocar em votação. O que a categoria decidir nós vamos acatar e encaminhar”, disse o presidente do Sintero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário