segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Secretário da Semtran diz que trinta e cinco novos ônibus serão incorporados na capital rondoniense

O sistema de transporte coletivo urbano de Porto Velho, que desde o último domingo, 07, é operado pelo Consórcio do Sistema Integrado Municipal de Transporte de Passageiro (SIM), formado pelas empresas Ideal Transportes, do Grupo Rovema, de Porto Velho (RO), e Amazontur, de Macapá (AP) ainda passa por uma adaptação.
Foi o que afirmou o secretário Carlos Guttemberg, da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (Semtran), ao avaliar os cinco primeiros dias de circulação da nova frota de ônibus. De acordo com o secretário, a mudança feita pela prefeitura, apesar dos problemas pontuais ainda existente, foi bem recebida pela população da capital.
“Porto Velho estava com um sistema de transporte coletivo obsoleto, sucateado que precisava ser mudado sob o risco de se penalizar a população com a prestação de um serviço deficiente. As antigas empresas não tinham condições de operar mais o sistema e era preciso que se tomasse uma medida para reverter esse quadro. Foi o que o prefeito Mauro Nazif fez”, explicou.
Para o secretário, ainda levará algum tempo até que o sistema funcione sem problemas, mas mesmo nessa fase de adaptação, de acordo com ele, já dá para se perceber que hoje a população da capital tem um transporte coletivo bem melhor do que o antigo. Os usuários hoje contam com uma frota de 110 ônibus novos e seminovos que será ampliada para 145 até o final do mês.

“Essa foi a boa notícia que recebemos das empresas. O consórcio confirmou que até o fim do mês serão incorporados à frota trinta e cinco ônibus zero-quilômetro. É uma antecipação porque a previsão era de que os novos ônibus só começariam a chegar a partir de março. É mais um ganho para a população”, anunciou o secretário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário