sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Prefeita é condenada por improbidade administrativa e pode perder o cargo

Uma ação de improbidade movida pelo Ministério Público de Jaru, resultou na condenação da prefeita de Governador Jorge Teixeira, Maria Aparecida Torquato Simon, a Cida do Nenê, por improbidade administrativa.
Dentre as sanções, estão o ressarcimento do prejuízo, a perda da função pública e a suspensão dos direitos políticos pelo prazo de cinco anos. Da decisão judicial, porém, ainda cabem recursos.
A sentença foi publicada nessa terça-feira (12), e foi assinada pelo Juiz Titular da 2ª Vara Cível de Jaru, Dr. Flávio Henrique de Melo. A justiça também condenou o esposo da prefeita, o ex-prefeito Nenê da Serraria, que também era requerido na ação judicial movida pelo MP para apurar a suposta usurpação da função pública.
O ex-prefeito Nenê teve os direitos políticos suspensos por cinco anos e está proibido de contratar com o Poder Público por um período de três anos. Segundo apurado pela reportagem, a prefeita deve recorrer da decisão de primeira instância no cargo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário