sábado, 16 de janeiro de 2016

Polícia prende apenado acusado de ter matado ativista do MAB

Policiais da Quarta Delegacia de Polícia da Capital, prenderam na manhã desta sexta feira, 15, o apenado Edione Pessoa da Silva de 26 anos, acusado de ter assassinado a tiros a pescadora Nilce de Souza Magalhães, desaparecida desde o dia 07 de janeiro na região de Abunã, BR-364, sentido Acre.
De acordo com a ocorrência, Edione é egresso do sistema prisional e cumpria pena no regime semiaberto e foi pego em uma casa no Distrito de Jaci-Paraná.
Questionado, ele confirmou que matou Nilce com um tiro no tórax, amarrou o corpo em uma pedra e atirou no rio. Revelou que após o crime fugiu e se escondeu nas redondezas.

A polícia trabalha com a hipótese de crime encomendado, porque Nilce era ativista social do MAB - Movimento dos Atingidos por Barragens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário