quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Picciani confirma candidatura à liderança do PMDB em 17 de fevereiro

A bancada do PMDB na Câmara deverá se reunir no dia 17 de fevereiro para eleger o novo líder do partido. Ontem (19), o atual líder e candidato à reeleição, deputado Leonardo Picciani (RJ), se reuniu com deputados contrários à sua recondução ao posto, de modo a acertar procedimentos para a escolha da liderança.

“Definimos hoje o calendário para a escolha do líder. O prazo para inscrição dos deputados que desejarem disputar é 3 de fevereiro. No dia 17 de fevereiro faremos a eleição. O candidato para ser vitorioso precisa atingir a maioria absoluta da bancada”, informou Picciani.

O peemedebista confirmou que vai disputar o cargo e que está trabalhando para ter a maioria dos votos. Acrescentou que a disputa com outros deputados não provocará nenhum racha na bancada e que o partido acabará encontrando o consenso.

Contrário à recondução de Picciani, o deputado Lúcio vieira Lima (BA) afirmou que o atual líder vem se desgastando com a bancada pelo seu modo de liderar, “sem ouvir os deputados” antes de anunciar qualquer posição.  

“O líder Picciani continua com a mesma prática de não ouvir a bancada. Isso faz acirrar os ânimos e aumentar o desejo daqueles que querem um líder que ouça a bancada, discuta com os deputados antes de anunciar uma posição”, adiantou Vieira Lima. Ele defende que haja mais de dois candidatos na disputa pela liderança.

Viera Lima disse que as candidaturas que os opositores a Picciani buscam é para unir a bancada do PMDB na Câmara e contrapor a forma como o atual líder age. Até o momento, os opositores a Picciani têm como candidato à liderança o deputado Leonardo Quintão (MG).

Nenhum comentário:

Postar um comentário