quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Pedreiro é morto a tiros ao sair para passear com filho na Paraíba

Um pedreiro, de 40 anos, foi assassinado a tiros no início da manhã desta quarta-feira (20) no bairro de Imaculada, em Bayeux, na região da Grande João Pessoa. Segundo informações da Polícia Civil, a vítima estava passeando com o filho, de 12 anos, quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram, o homem que estava no passageiro desceu e atirou várias vezes. 

O pedreiro foi atingido por pelo menos seis disparos e foi levado por parentes para a maternidade da cidade. Ao chegar no local, a vítima não resistiu e morreu ainda dentro do carro.

De acordo com a polícia, o pedreiro costumava levar os passarinhos na gaiola para passear junto com o filho. O crime ocorreu quando a vítima levava o passarinho para passear junto com o filho, antes de ir para o trabalho. O filho, que flagrou o pai sendo baleado, não ficou ferido, ainda segundo a polícia.

A polícia não informou a possível motivação do crime. O pedreiro morreu dentro do carro, no estacionamento da maternidade. Por conta disso, o carro foi isolado e a perícia do Instituto de Polícia Científica (IPC) foi acionada. Até o início da manhã desta quarta, a equipe do IPC fazia a perícia no corpo do pedreiro. Nenhum suspeito havia sido preso até as 8h (horário local) desta quarta-feira.

Tentativa de homicídio em Cabedelo

Na noite de terça-feira (19), um homem de 40 anos foi baleado no abdômen e no braço dentro de casa, no Centro de Cabedelo. Segundo informações da polícia dois homens chegaram em um motocicleta até a esquina da vítima, invadiram a casa e atiraram várias vezes.

O homem, que estava desempregado, foi socorrido pelo Samu e encaminhado para o Hospital de Trauma de João Pessoa. Conforme boletim médico divulgado na manhã de quarta pelo hospital, a vítima segue internada em estado de saúde considerado regular, após ter passado por procedimentos médicos de emergência. Até as 8h (horário local), nenhum suspeito tinha sido preso.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário