quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Motoristas reclamam da estrutura de ponte sobre o rio Jamari em Rondônia

Motoristas que precisam atravessar a ponte sobre o Rio Jamari, que dá acesso a BR-364 ao município de Alto Paraíso (RO), estão reclamando da situação da ponte. Segundo os condutores, a estrutura apresenta rachaduras, reparos improvisados com madeira em duas colunas de concreto e falta de sinalização. O Departamento de Estradas e Rodagens (DER) anunciou que deve iniciar uma obra paliativa no local até o final de janeiro, e que há previsão de uma obra para recuperação total da estrutura durante o ano.

A ponte sobre o Rio Jamari é o único caminho asfaltado para quem sai do município de Alto Paraíso, que hoje possui 60 mil habitantes. A rodovia é a principal rota para o escoamento da produção agrícola da região. Diariamente, centenas de veículos de médio e grande porte passam pela estrutura de aproximadamente 100 metros de extensão. A ponte é sustentada por oito colunas de concreto e ferro.

Devido à ação do tempo e falta de manutenção da ponte, parte de duas colunas cederam e foram substituídas por blocos de madeira, conforme reportagem publicada pela imprensa em junho do ano passado. Na época, o Der informou que o reparo era provisório e que uma obra definitiva seria executada em 30 dias. A obra não foi feita e o problema ainda persiste.

Para o motorista Josiel Nogueira, a ponte oferece muitos riscos para as pessoas. Ele destaca que além da ponte ser mão única, parte da mureta lateral da estrutura está quebrada e não há sinalização informando o ocorrido aos motoristas. "Só passa um veículo por vez e tem que esperar. A gente teme que uma hora alguém cai no rio pela falta de sinalização", disse. O mesmo problema é denunciado pelo agricultor Márcio José. "Está muito feia a situação", comenta.

Em entrevista, o diretor geral do DER, Ezequiel Neiva, informou que não há projeto de duplicação da ponte, mas que uma obra paliativa deve ser feita no local até o fim deste mês. Ele acrescentou ainda que há previsão de uma obra definitiva de reforma da ponte ainda neste ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário