quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Mesmo com liminar vereador continua fora do cargo em Candeias

Mesmo tendo sido beneficiado com Liminar que o retorna ao cargo, decisão promulgada pelo 1º Juizado da Fazenda Pública há mais de uma semana, o ex-presidente da Câmara de Vereadores de Candeias do Jamari, em Rondônia, Neilton Bento Santos (PROS), continua afastado das funções de vereador.
O motivo, segundo ele, é que o atual presidente do Legislativo Municipal, o vereador Antônio Serafim da Silva Júnior, o Júnior Silva (PP), ainda não foi encontrado pelo Oficial de Justiça para ser notificado sobre a decisão.

Neilton é alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), por suspeita de crimes como direcionamento de licitação, falsificação de documentos, criação de cargos comissionados ilegais, dentre outros. Ele foi afastado pelo prazo de 90 dias, até que, segundo o vereador Carlos Cesar Carvalho Frota, o Cesar do Candeias (PCdoB), que participa das investigações, apresente a comissão o relatório final, decidindo pela cassação ou não de Neilton, o que, segundo Cesar, deve acontecer ainda na próxima semana.

Além de reassumir as funções de vereador, Neilton Bento pretende retomar a presidência do Legislativo de Candeias e concorrer ao cargo de prefeito nas eleições deste ano, mas tudo parece que não vai passar de pretensões, já que, de acordo com o vereador Cesar do Candeias, a liminar anula apenas o afastamento do vereador do mandato.

"Ele não retorna à presidência e, se for cassado, o que é quase certo, não poderá concorrer ao cargo majoritário, já que deverá ser considerado inelegível, pela Justiça Eleitoral”, explicou Cesar.

Neilton voltou a dizer que está sendo vítima de jogada política. "Estão tentando enfraquecer meu nome, mas vou reverter isso na Justiça".

Sobre a Liminar, ele afirma que a decisão tem sim efeito sobre seu afastamento da presidência da mesa da Casa de Leis. "Falta apenas o atual presidente da Câmara efetivar a transição, mas ele não tem sido encontrado", acentua Neilton.

Essa, segundo Neilton, é a terceira decisão da Justiça, em favor dele, que não é cumprida pelos vereadores de Candeias. O atual presidente da Câmara, o vereador Júnior Silva, não foi encontrado para comentar o assunto. Segundo o vereador Cesar do Candeias, Júnior Silva aproveita o recesso parlamentar, que só termina dia 15 de fevereiro, para cuidar do filho que estaria doente. "Ele pode estar viajando pra fora do Estado, mas não tenho certeza", informou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário