segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Médicos peritos do INSS retomam atividades na Paraíba após 4 meses

Os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) retomaram os atendimentos nesta segunda-feira (25) após mais de quatro meses em greve. Embora tenham retornado ao trabalho, a categoria continua em regime de greve. A delegada da Associação Nacional dos Médicos Peritos na Paraíba, Cláudia Wanderley, a prioridade no atendimento será para quem vai requerer o benefício pela primeira vez.

“Iremos atender apenas pessoas que vão requisitar a perícia inicial, porque quem solicitou o pedido de prorrogação tem o benefício garantido até a realização da nova perícia”, salientou. Cláudia Wanderley explicou ainda que se o usuário do INSS está com seu pedido de prorrogação próximo do vencimento terá, neste momento, 60 dias para requerê-lo novamente através de agendamento prévio.

O prazo normal para agendametno é 15 dias antes do prazo expirar, mas foi prorrogado nesta fase de retorno da greve. A volta aos postos de trabalho ocorre sem avanços nas negociações da categoria, que solicita, entre outras reivindicações, aumento salarial de 27,5%, em no máximo duas parcelas anuais, e a efetivação em lei da redução da carga horária de 40 horas para 30 horas semanais.

A greve (a mais longa da categoria) foi iniciada no dia 4 de setembro do ano passado. Mais de 2 milhões de perícias deixaram de ser feitas desde então, segundo a associação que representa os trabalhadores. O INSS fala em 1,3 milhão. Hoje, apenas cerca de 30% dos peritos estão trabalhando segundo a associação. A partir do dia 25, eles voltam em 100% "em estado de greve".

Nenhum comentário:

Postar um comentário