quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Mais de duas mil famílias carentes foram beneficiadas com a casa própria

As políticas públicas nas áreas sociais, da juventude, resíduos sólidos, sistema prisional, turismo, educação, saúde, esporte, agricultura, desenvolvimento, cultura, entre outros, foram discutidas amplamente durante o Plano Plurianual (PPA), evento que reúne a sociedade organizada, discute e aponta ações e soluções para os problemas do cotidiano nas cidades.
Agronegócio
A produção de alimentos é uma das principais atividades econômicas de Rondônia. Focado nesse segmento, o governo estadual vem intensificando os investimentos e ações na região de Ji-Paraná impulsionando o setor tanto pela agricultura familiar quanto pelos grandes produtores, e atraindo investidores.
A realização da 4ª Rondônia Rural Show, em maio, em Ji-Paraná, consolida a região Central do estado como referência no Norte brasileiro para o agronegócio na Amazônia Ocidental.
A feira, criada e organizada pelo governo estadual, prospectou R$ 700 milhões em 2015 em propostas de negócios, atraiu delegações e missões internacionais, contou com participação de ministros, expositores nacionais e regionais. Na ocasião, Ji-Paraná passou, por força de legislações estadual e municipal, a ser a capital do agronegócio.
Para fortalecer ainda mais o setor produtivo, o governo estadual, no decorrer de 2015, entregou o cartão Mais Calcário em todas as cidades da região Central. Isso quer dizer que o pequeno produtor teve acesso gratuito ao calcário – principal insumo para corrigir o solo – e, consequentemente, aumentar a produção agropecuária.
Dentro desta proposta, o governo facilitou às associações rurais o acesso a máquinas e equipamentos, titularizou imóveis e está procedendo ao Cadastramento Ambiental Rural (CAR) – principais requisitos no fomento ao desenvolvimento do setor produtivo.
Educação
Em Ji-Paraná, também foi inaugurada a primeira escola estadual que oferecerá em 2016 aulas em tempo integral no interior de Rondônia, a escola Alejandro Mayor, conhecida como escola Padrão MEC. O colégio é dotado de toda infraestrutura com salas de aulas, laboratórios, auditório e quadra poliesportiva.
A maior parte das escolas da rede estadual na região Central já está com as salas de aulas climatizadas pelo Programa Eficiência Energética, que objetiva oferecer economia de energia e conforto nas salas de aula. Ainda em Ji-Paraná, o governo também entregou ao Projeto Orquestra e Ação uma escola de música em 2015.
Segurança pública
A integração das polícias Militar, Civil e o Corpo de Bombeiros em funcionar no mesmo lugar é uma proposta do governo na busca de economia e praticidade aos usuários e servidores do sistema. A construção de duas das 19 Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) está em andamento na região Central: uma é em Ji-Paraná e outra em Alvorada do Oeste.

O Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) está em fase de conclusão e deverá ser entregue neste semestre. O prédio vai abrigar menores infratores da região Central em Ji-Paraná. A obra custou R$ 8 milhões. Recentemente, as cinco unidades prisionais instaladas em Ji-Paraná receberam radiotransmissores, munição, viatura, armamento, colete à prova de bala para ampliar a segurança carcerária. O aeroporto José Coleto, também em Ji-Paraná, foi equipado com equipamento de raios-x melhorando a segurança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário