terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Hospital de Base realizou quase 60 transplantes de córnea em pacientes de Rondônia

Dados do setor de estatísticas da Central de Transplantes de Rondônia apontam que, de abril de 2014 a janeiro deste ano, foram realizados 120 transplantes de córneas em pacientes de todo o Estado. Deste total, 58 foram realizadas em 2015. Receberam os órgãos pacientes de Porto Velho, Vilhena, Cacoal, Ji-Paraná, Jaru, Rolim de Moura, Machadinho do Oeste, Ariquemes, Guajará-Mirim, Nova Mamoré e Ouro Preto do Oeste. Entram na lista, também, pessoas dos estados do Mato Grosso, Acre e Amazonas.
De acordo com Edcléia Gonçalves, coordenadora do programa, a procura faz parte do grande conceito que a equipe de Rondônia, lotada no Hospital de Base Ary Pinheiro referência em atendimento de alta complexidade no Estado -, vem adquirindo desde a implantação e o credenciamento da Central de Transplantes junto ao Ministério da Saúde (MS).
Em 2015, 29 famílias autorizaram a doação de córneas.Todas as pessoas que falecem podem doar as córneas, exceto em casos de infecções graves, pois não precisam estar em morte encefálica, podem doar após a parada cardíaca. Isso aumenta nosso potencial de doação, no entanto, muitas famílias recusam doar, mas para que fossem realizados todos esses transplantes, foi necessário vir muitas córneas de fora do estado para que alguns rondonienses voltassem a enxergar.
A Central de Transplantes de Rondônia recebeu córneas dos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Pernambuco, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Ceará e Paraíba. Todas essas córneas são distribuídas nacionalmente pela Central Nacional de Transplantes via Sistema Informatizado da Lista Única, gerida pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A inclusão de Rondônia na lista nacional confirma a credibilidade junto ao governo federal.

É muito importante a divulgação de pessoas que receberam órgãos. Isso, vai sensibilizar as famílias para a importância de doar. São vidas salvas com um gesto humano de doar. Vê um transplantado obtendo uma segunda chance.

Um comentário: