sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Família acredita que morador de rua pode ter morrido por overdose em RO

Um homem de 39 anos, que foi encontrado morto, caído na rua, na noite da última quarta-feira, na Zona Leste de Porto Velho, pode ter sido vítima de overdose de drogas e álcool, segundo apontaram familiares dele nesta quinta-feira (14). O laudo que comprovará se foi overdose ou não, só será liberado em um mês, segundo informou o Instituto Médico Legal (IML).

Ainda na quarta-feira, um sobrinho da vítima compareceu ao 6º DP, onde foi registrado boletim de ocorrência do caso, e confirmou que o tio fazia uso de substancia entorpecente e que, costumeiramente, ficava na rua, junto com outros usuários de drogas.

O corpo do homem foi localizado por volta das 18h de quarta, na esquina das ruas José Amador dos Reis e Folclore, no bairro Cascalheira.  Segundo foi registrado no boletim de ocorrência, a Polícia Militar encontrou a vítima já desacordada. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas apenas constatou o óbito.

Na manhã desta quinta-feira, o IML informou que foi feito autopsia, mas o resultado demora cerca de um mês para ficar pronto. Depois dos exames de praxe, o corpo foi liberado e levado para Ariquemes, interior de Rondônia, onde, segundo o IML, a vítima tinha família. Parentes confirmaram que o homem era usuário de drogas e que chegava a ter alucinações sempre que usava o entorpecente, mas não souberam dizer qual droga ele usava.

Nenhum comentário:

Postar um comentário