sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Detentos queimam colchões e fazem motim em presídio da Paraíba

Vários detentos se envolveram em um tumulto dentro do pavilhão 1 do Presídio Raymundo Asfora, conhecido como Serrotão, na noite da quinta-feira (14) em Campina Grande (PB). Os presos queimaram colchões e entraram em confronto com agentes penitenciários.

Segundo o diretor do presídio, Delmiro Nóbrega, os detentos se rebelaram porque durante a tarde foi feita uma revista no pavilhão onde foram apreendidos 20 celulares, carregadores, uma faca, espetos e cerca de 37 gramas de maconha. "Eles não gostaram e fizeram a retaliação", disse.

O tumulto começou por volta das 20h (horário local). Apesar da tentativa de negociação, houve confronto. Agentes disparavam balas de borracha para dispersão e os presos revidavam com pedras. Aproximadamente duas horas depois, os detentos foram deixando o pavilhão aos poucos e o motim foi finalizado.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e controlou o fogo. Alguns presos tiveram problemas respiratórios e tiveram que ser atendidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas nenhum precisou ser levado para o hospital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário