quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Após selfie de preso com droga, Sejus acha antena e wi-fi em presídio de RO

Um dia após um detento tirar uma selfie segurando um cigarro de maconha e compartilhar em uma rede social, funcionários da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) encontraram uma antena de internet via rádio e um roteador wi-fi dentro do Presídio Central de Ji-Paraná (RO). De acordo com o órgão, os equipamentos instalados dentro da unidade prisional eram usados pelos presos para navegar na internet. A Sejus investiga quem instalou a antena de internet no presídio.

Conforme a direção, a foto do preso segurando um cigarro de maconha teria sido enviada na segunda-feira (11) através de um aplicativo de celular. Na imagem, o detento aparece com a droga na mão, dentro de uma cela, junto de outro apenado. O diretor interino da unidade prisional, Moacir Simões, confirmou à imprensa que a selfie foi feita dentro do Presídio Central da cidade.

Na manhã de terça (12), durante uma operação de revista realizada na unidade, os agentes localizaram uma antena de recepção de internet e também  um roteador, que enviava sinal wi-fi para toda unidade.

Simões, que assumiu a direção em janeiro, afirmou que está se inteirando do problema e, por isto, ainda não pode se posicionar sobre o caso. "Estamos acompanhando as investigações, que já progridem e devem apontar os culpados desta situação", explica Simões. De acordo com o registro policial, a Sejus já teria recebido denúncias de uso de internet pelos presos do local.

Ao todo, 120 presos cumprem pena na unidade prisional de Ji-Paraná. Todos os agentes penitenciários que estavam de plantão no momento da apreensão da antena de internet foram encaminhados à 1ª Delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos sobre o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário