segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Última edição do 'Domingão de Natal' movimenta a 7 de Setembro em RO

A Avenida 7 de Setembro, em Porto Velho, foi palco, no domingo (20), da última edição do 'Domingão de Natal', em Porto Velho. Cerca de 100 estabelecimentos comerciais entre lojas e tendas se uniram no intuito de oferecer bons preços à população. Esta foi a última edição do evento que já aconteceu na Avenida Jatuarana e também na rua José Amador dos Reis, respectivamente localizadas nas zonas Sul e Leste da capital. O evento iniciou às 08h e previsão de término até 18h.

A iniciativa é da Câmara dos Dirigentes Legistas (CDL) que pretende oferecer comodidade para a população realizar as compras de fim de ano. Além disso, os compradores também tiveram cupons para o sorteio de vales compras de 3 a 5 mil reais, além de cupons para água, refrigerante e pula-pula para as crianças.

A estimativa de público, entretanto, não foi especificada pela organização. Mas a secretária executiva da CDL, Leida Souza, garantiu que o domingão da avenida localizada no centro da capital ultrapassou as últimas edições. "Todos foram maravilhosos. O público foi grande tanto na Amador dos Reis quanto Jatuarana. Mas aqui na Sete de Setembro o fluxo de pessoas foi constante desde cedo", avaliou. 

A estudante Sabrina Barretos ficou sabendo do evento pela televisão e correu para garantir a renovação do guarda-roupas. "Fiquei interessada pelos preços mais em conta e gostei. Também achei interessante a iniciativa porque ajuda a cidade economicamente", observou.

Entre os vendedores houve mistura de sentimentos. Daiane que preferiu não especificar um sobrenome alega que vendeu, mas não como esperava. A tenda dela oferecia blusas e vestidos com preços pela metade com limite de até R$ 80,00.

“Povo tá com pouco dinheiro. Chegam aqui, olham as coisas baratas, mas querem mais desconto ainda. Ou seja, de graça", reclamou. Ela ainda não sabe se vai participar da próxima edição porque achou tudo muito "corrido".

Por outro lado, a vendedora Vanuza França da Costa diz que o sucesso de vendas é oferecer produtos selecionados e evitar oferecer produtos em ponta de estoque que não foram vendidos durante o ano. "A pessoa vem querendo comprar roupa para o Natal, então a gente tem que trazer coisas bonitas, da moda, para ela comprar com o olho. Eu não tenho do que reclamar", garantiu.

Para Vanusa, a única coisa que atrapalhou as vendas foi a entrega tardia das barracas. Ela teve o stand cedido às 09h30 e começou a vender tarde. Mas garante que tudo correu dentro dos conformes e o dia de trabalho já garantiu o Natal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário