terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Decoração natalina pode aumentar gastos com energia e trazer riscos

A chegada do período natalino vem acompanhado de enfeites e ornamentações eletrônicas utilizadas pela população. Porém, esses enfeites trazem riscos de acidentes, como choques elétricos, curtos-circuitos e incêndios, além de desperdício de energia elétrica.

Segundo o coordenador de operação da Energisa, Claudemir Cândido de Araújo, no Brasil, o natal é comemorado na mesma época do ano do verão, que é a estação onde mais de consome energia elétrica, através de ventiladores e ar-condicionado, por conta do calor.

Para que o consumidor consiga enfeitar a casa sem aumentar o uso de energia e elevar os gastos com a fatura, Claudemir diz que é preciso que aparelhos elétricos que possuam a função stand-by sejam desligados da tomada.

"Em casa, desligue da tomada todos os aparelhos que têm a função stand-bycomo televisores, aparelhos de som e micro-ondas, e desligue os piscas-piscas antes de dormir. Desta forma, você não estará consumindo eletricidade sem necessidade, evitando o prejuízo para o bolso e para o meio ambiente", disse Claudemir.

Além da economia, a segurança também deve ser levada em consideração no momento da instalação dos enfeites. A compra de cordões de luz, mangueiras e pisca-piscas deve ser feita por um adulto.

"Peça para testar o produto. Se for reutilizar produto adquirido em anos anteriores, verifique emendas, fios soltos ou desencapados. Faça a troca de lâmpadas com o equipamento desligado. Evite o uso de "T", pois pode sobrecarregar a instalação e ocorrer curtos-circuitos. Não instale lâmpadas decorativas próximas a ornamentos delicados, como cortinas, pois há risco de incêndios”, contou o coordenador da Energisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário